19665222_1939208609669071_1138684597611079067_n

Assembleia Geral discute medidas para o enfrentamento da violência nesta sexta (07)

De janeiro a julho deste ano 14 policiais militares foram assassinados no estado potiguar. O número é mais do que o dobro de PMs mortos durante todo o ano de 2016. Diante desse cenário de profunda tristeza, o Fórum de Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Foseg-RN) convida a todos para uma Assembleia Geral, nesta sexta-feira (07), às 9h, em frente à Governadoria.

Durante a assembleia todos os trabalhadores em segurança pública seja no âmbito federal, estadual ou municipal irão decidir ações de enfrentamento a violência a serem tomadas. “Na semana passada protocolamos um pedido de reunião com o governador do estado que até agora não se pronunciou. Estamos vivendo em uma época de caça aos policiais. O executivo tem que tomar alguma medida urgente ou mais vidas serão perdidas e a categoria não vai ficar de braços cruzados”, diz o presidente da Associação dos Cabos e Soldados da PM do RN (ACSPM/RN), Roberto Campos.

O presidente da ACSPM/RN, reforça o convite para participar da assembleia. “Nós devemos participar da Assembleia em memória dos 14 policiais mortos somente neste ano, pelas famílias que foram desestruturadas com a perda do familiar para a violência e tantos outros casos que continuam impunes”.

Compõe o Foseg-RN: Associação dos Cabos e Soldados da PM do RN (ACSPM/RN), Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares (Asspmbm/RN), Associação dos Bombeiros Militares do RN (ABM/RN), Sindicato dos Policiais Federais (Sinpef-RN), Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais (Sinprf-RN), Sindicato dos Policiais Civis do RN (Sinpol-RN), Sindicato dos Agentes Penitenciários do RN (Sindasp-RN), Sindicato dos Guardas Municipais do Natal (Sindguardas-RN) e representantes dos Agentes de Trânsito da STTU (AGT-Brasil).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *